Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

RESENHA: VERÃO DE CONQUISTAS - ADRIANA BRAZIL

"Meus amigos foram anjos, foram irmãos, foram um presente, foram um sopro em um mundo morto. Sempre que eu olhar para eles, me virá à memória a palavra gratidão somada com fidelidade, sinceridade e verdade. Meus amigos são a minha história."

E chegou ao fim a série Foi Assim que te Amei, da Adriana Brazil. Uma história de amor que aconteceu ao decorrer das quatro estações. São histórias simples, mas bastantes emocionantes. Além do amor, os livros retratam laços de amizade, perdas, doenças e esperanças. Os personagens são universitários, que vão trilhando os seus caminhos em meio a situações delicadas, por vezes difíceis de superar, mas trazendo lições de amizade e fé.



Sinopse: É verão em Florianópolis, a estação dos dias ensolarados, do céu azul, dias mais longos e árvores verdes, embalados pelo cantar dos pássaros em seus ninhos. No meio desse cenário inspirador, viveremos as últimas emoções ao lado de Helen e da turma da UFSC. As revelações que foram guardadas por tanto tempo virão à tona, assim como desafios, lágrimas, sorrisos, lutas e despedidas. Como uma brisa que sopra nos fins de tarde, da mesma maneira eles entenderão o motivo do verão repousar em cada lembrança. Um tempo inesquecível de momentos que nunca irão se apagar, de uma saudade que ficará e será lembrada em cada pôr do sol. O amor deixará provado que ele prevalece em todas as estações, e o Verão nunca mais será esquecido.







"Nossa amizade é nossa vida, nossa história, nossa existência! Não importa o que venha, nossa amizade subsiste a tudo, o que construímos é maior do que essa divida."

Em Verão de Conquistas, acompanhamos a vida de casados de Helen, com sua descoberta diária do que é preciso para fortalecer essa união, que vai muito além do amor, que ambos têm de sobra. Apesar de contar com a presença da família e dos amigos, ainda há algo estranho rondando a vida do casal, a impressão é de precisam acontecer certas coisas para que o ciclo enfim se feche.

A amizade de Andrew e Richard é posta a prova: Karen, responsável por atormentar a vida dos amigos no volume anterior, volta e ameaça Richard, já que ele sabe quem estava no carro que causou o acidente que deixou Andrew hospitalizado e levou sua mãe a óbito. Richard nunca contou nada para Andrew por um motivo, e isso desestabiliza a amizade deles, nos mostrando um Andrew intolerante e rancoroso, que não sabe se consegue perdoar a omissão do amigo de infância.

"Quando os sonhos não se tornam realidade, deve ser uma maneira de Deus dizer que ainda não estamos prontos para recebê-los. - Meus olhos ficaram cheios de lágrimas novamente. - Mas vai chegar o dia em que o sonho será realizado. Nesse dia, vai se lembrar de tudo que passou até alcançá-lo e irá perceber o quanto você cresceu. O agradecimento será maior e o aprendizado nunca mais será esquecido."

Em meio a esse clima que abala todos os amigos, Helen acaba correndo risco de vida, e Andrew vai precisar de apoio de todos os seus amigos, incluindo Richard, e de toda a sua fé para encarar essa fase difícil.

Adriana escreveu esse livro com mais ênfase no Richard, um dos melhores amigos de Andrew, assim como Primavera foi com o Alan. Tenho que dizer que Richard sempre foi meu personagem preferido, bem mais do que o casal de protagonistas. Sou a favor de um livro só dele!
Ele, sempre o mais sensato e sábio dos amigos, a quem todos procuravam em momentos difícies, teve seu inverno e, meu Deus, como foi sofrido vê-lo sofrer! Principalmente porque o motivo do sofrimento foi elevado ao máximo e a única pessoa que poderia tirá-lo disso era Andrew, com seu rancor irredutível.

"Nenhuma dor pode ser mais forte que nossa vontade de vencer e sorrir novamente. E se é certo que o inverno é passageiro, também preciso acreditar que Deus sempre está lá, ou melhor, Ele sempre está aqui, perto de mim, por detrás da minha dor, querendo que eu creia que o verão vai chegar com seu fulgor e vivacidade. Ele nunca nos abandonou. Nunca. Toda estação tem sua importância para a humanidade, até mesmo nos dias frios." 

Verão de Conquistas teve um desfecho bacana para essa série. Sua mensagem de fé, perdão e valor das amizades foram transmitidas de forma leve, doce e emocionante, com muitas frases de sabedoria, que vou carregar comigo pra vida.

Recomendo essa série aos amantes de um bom romance, se aventurem por esse romance que atravessa as estações: Outono de Sonhos, Inverno de Cinzas, Primavera de Cores e Verão de Conquistas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário