Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

DESAFIO LITERÁRIO 2018

O desafio literário de 2017 saiu melhor do que eu imaginava. Consegui ler vários títulos que estavam encostados na minha estante ou parados no meu kindle.
Baseado nisso, decidi continuar com o desafio para esse ano de 2018. 
Segue a lista de 2018:

Janeiro
A praça do diamante - Mercè Rodoreda OK
O livro do cemitério- Neil Gaiman OK
Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo - Njamin Alire Saenz OK
Retorno a Brideshead - Evelyn Waugh OK
Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley OK
O Livro das Memórias - Lara Avery OK
As alegrias da maternidade - Buchi Emecheta OK


Fevereiro 
Em algum lugar nas estrelas - Clare Venderpool OK
O gigante enterrado - Kazuo Ishiguro OK
O Alforje - Bahiyyih Nakhjavani OK
Nós - Yevgeny Zamyatin OK
Coraline - Neil Gaiman  OK

Março
The Bane Chronicles - Cassandra Clare OK
As lendas da Colina - Marcelo Siqueira OK
The kiss of deception - Mary E. Pearson OK
Só Garotos - Patti Smith OK 

Abril
O último adeus - Cynthia Hand OK

Maio
Boneco de pano - Daniel Cole OK
Tempo de Migrar para o norte - Tayeb Salih OK
The heart of betrayal - Mary E. Pearson OK
Ecos - Pam Muñoz Ryan OK
Só os animais salvam - Ceridwen Doveyidwen OK

Junho
Menina má - William March OK
Voragem - Junichiro Tanizaki OK
O assassino do zodíaco - Sam Wilson OK

Julho
As últimas Testemunhas - Svetlana Alexievich OK 
A guerra que salvou a minha vida - Kimberly Bradley OK
The Beauty of Darkness - Mary E. Pearson

Agosto
Minha querida Sputnik- Haruki Murakami
Kafka à beira mar - Haruki Murakami

Setembro
All our yesterdays - Cristin Terrill
Torre Negra II - Stephen King
To kill a mockingbird - Harper Lee

Outubro 
The girl with all the gifts - M. R. Carey
Anjos e Demônios - Dan Brown 
Lord of the flies - William Golding

Novembro
A vida secreta de Londres - Vários autores
Alerta de risco - Neil Gaiman
Silmarillion - Tolkien

Dezembro 
1Q84 livro 1- Haruki Murakami
1Q84 livro 2 - Haruki Murakami
1Q84 livro 3- Haruki Murakami

domingo, 10 de dezembro de 2017

EXPOSIÇÃO DALI: A DIVINA COMÉDIA

A exposição itinerante Dalí – A Divina Comédia está no Caixa Cultural Brasília (Setor Bancário Sul) com 100 pinturas que se remetem a Dante, com todos os tons surrealistas e simbólicos de Salvador Dalí. De 15 de novembro até o dia 4 de março de 2018, quem passar pela Galeria Vitrine, de terça-feira a domingo, sempre das 9h às 21h, poderá conferir pinturas que revelam este universo de Alighieri. O artista se consagrou por esta obra, que extrai a agonia, os prazeres, os sabores e dissabores de uma viagem rumo à conquista de um paraíso idealizado.

São símbolos e imagens que vão além do comum e atingem o subconsciente e os sonhos. Dalí foi convidado para pintar um dos poemas épicos do autor nas décadas de 50 e 60 por encomenda do governo italiano em comemoração aos 700 anos de nascimento de Dante Alighieri.

As gravuras que serão expostas em Brasília perpassam à época e ao imaginário do poeta e do pintor. Os círculos infernais, o centro da Terra, o encontro com Lúcifer, o reencontro com Beatriz, a mulher amada e idealizada, e a admissão de um paraíso são retratados por Dalí, que respeita a transição do poema. Versos que vão do limbo aos céus.

A proposta visual da exposição respeitou a estrutura sequencial dos cantos do Poema Sagrado de Dante. A primeira parte é dedicada ao Inferno, com 34 imagens. Um segundo momento corresponde ao Purgatório, e o terceiro ao Paraíso, com 33 quadros cada. Proveniente de uma coleção privada da Espanha, o acervo de gravuras pretende conduzir o público a uma viagem a partir desse diálogo enriquecedor entre literatura e artes visuais. Uma viagem que leva e eleva o público para os ambientes destes artistas, que conseguem sintetizar e repassar seus pensamentos por meio da arte.




























domingo, 5 de novembro de 2017

EXPOSIÇÃO CASTELO RÁ-TIM-BUM

Aproveitando meu fim de semana em São Paulo por conta do show do Green Day, aproveitei pra dar uma confrida na exposição do castelo rá-tim-bum. Nostalgia pura!

O projeto tem como parceiros a TV Cultura, mantida pela Fundação Padre Anchieta, que produziu e exibiu uma das séries de maior sucesso da televisão brasileira, o Castelo Rá-Tim-Bum, e a Caselúdico, empresa referência na montagem de grandes exposições e responsável por toda a cenografia.

O grande diferencial da exposição no Memorial é que o público tem a chance de entrar num Castelo idêntico ao da série, construído numa área de 700m² anexa ao Pavilhão da Criatividade.

O espaço reproduz com o máximo de fidelidade o desenho original do seriado, desde o lado externo – porta, torre com 15 metros de altura, bandeira tremulando, janelas, colunas e catavento – até a cenografia dos ambientes interiores, proporcionando verdadeira experiência, em que o público se sente no castelo da TV.

O presidente da Fundação Padre Anchieta, Marcos Mendonça, completa: “A TV Cultura e o Memorial da América Latina, instituições que têm sua trajetória marcada pela disseminação da cultura e pelo entretenimento, se unem nesta exposição que fará adultos e crianças viajarem por um universo lúdico que há duas décadas encanta adultos e crianças”.

História

Considerado um dos grandes sucessos da TV Cultura, o Castelo Rá-Tim-Bum foi produzido e exibido pela emissora entre 1994 e 1997. Com 90 episódios, a série é considerada paradigma na programação infantil da televisão brasileira. Ganhou o prêmio da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) em 1994 e virou filme em 1999. A arquitetura da maquete do Castelo foi inspirada no estilo modernista do artista catalão Antoni Gaudí, que projetou a Basílica da Sagrada Família, uma das atrações turísticas de Barcelona.